Enem 2016 termina com 30% de abstenções

enem-radar

Arte: Radar da Educação

Foi feita a prisão preventiva de 11 pessoas por suspeita de fraude no exame. Gabarito sai nesta quarta

Radar da Educação com informações da Agência Brasil

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 registrou um índice de 30% de abstenção de candidatos – a porcentagem é a maior desde 2009. Do total de aproximadamente 8,4 milhões de inscritos que poderiam fazer o exame, realizado no último fim de semana, 5,8 milhões compareceram às provas. No ano passado, as abstenções foram de 27,6%, de acordo com balanço geral divulgado no domingo (6) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Segundo Maria Helena Guimarães de Castro, secretária executiva do Ministério da Educação (MEC), a variação em relação a anos anteriores foi mínima e a pasta considera que as abstenções se mantiveram constantes. O Amazonas foi o estado com a maior porcentagem de abstenções: 37,4% dos inscritos. Já o Piauí teve a menor taxa de abstenção, com 22,7%.

Curta o Radar da Educação no Facebook

Siga o Radar da Educação no Twitter

Do total de mais de 8,6 milhões de candidatos inscritos no exame, 271.033 tiveram as provas adiadas para os dias 3 e 4 de dezembro, em função das ocupações de escolas. “Diante do quadro que acompanhamos nas últimas semanas, o Enem 2016 foi um sucesso absoluto”, avalia o ministro da Educação, Mendonça Filho. O ministro da Educação estima que o adiamento das provas para parte dos candidatos deverá custar cerca de R$ 15 milhões.

Eliminações

Nos dois dias de aplicação, 768 candidatos foram eliminados do exame: 641 por descumprimento das regras do edital, 120 por portar objetos eletrônicos identificados por meio de uso de detectores de metal e 7 por recusa de coleta de dado biométrico – esta foi a primeira vez que o Enem recolheu as digitais dos candidatos. O número de eliminações é maior que o de 2015 (740), mas inferior ao de 2014 (1.519) e de 2013 (1.522).

O exame registrou ainda 27 ocorrências, sendo 22 de falta de energia e 5 emergências médicas. De acordo com a presidente do Inep, Maria Inês Fini, a falta de luz não prejudicou a aplicação das provas para os estudantes que estavam nos locais afetados.

Prisões

Operações da Polícia Federal para combater fraudes no Enem resultaram na prisão preventiva de 11 pessoas no domingo, segundo o chefe da Divisão de Polícia Fazendária da PF, Franco Perazzoni. Cinco foram presas com mandatos de prisão e outras seis em flagrante. Todas elas estavam com escutas nos locais de prova. “Algumas escutas eram tão pequenas que tiveram que ser retiradas com pinças com ímãs na ponta”, explicou.

Gabarito e resultado

Os estudantes terão acesso ao resultado final do Enem no dia 19 de janeiro. Os participantes realizaram provas em quatro áreas: ciências humanas, ciências da natureza, linguagens e matemática. Também nesta data, os candidatos terão acesso à nota da redação, cujo tema foi a intolerância religiosa no Brasil. O gabarito será divulgado nesta quarta-feira (9), pela manhã, no portal do Inep.

Obrigado pelo seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s